Resenha: Karatê Kid

Posted: Setembro 17, 2010 by Ricardo Motta in Todos

para a direita, para a esquerda

Assim como tititi, mas muito mais glamuroso e phino, saiu o remake do Karatê Kid! O mundo inteiro em alvoroço pra saber como seria ver Daniel San ao som de Justin Bieber. E eu, como todo bom fan do mestre Miyagi, fui ao cinema ver essa obra prima.

Pra quem assistiu todas as 4 versões do Karate Kid, como eu (inclusive aquele estreado pela Julie San), é uma boa dose de nostalgia. O mítico golpe da garça, e os movimentos irritantes de passar e tirar a cera, pegar a mosca com os palitinhos, e tudo que faz de Karatê Kid o que sempre foi eram esperados. E eu, depois de assistir, fiquei entre a empolgação e a decepção.

Começando pela parte ruim, fiquei extremamente triste de não ver uma aparição espírita do mestre. Outro ponto que me deixou tristonho foi o fato de o karatê não ser a arte marcial, e sim o kung fu (é sério). Sim, querido leitor, você que ainda não viu esse filme, os garotos lutam kung fu num filme chamado Karate Kid. Paciência…

Além disso, tentaram um novo golpe da garça. O garotinho, como sempre, com o pé quebrado, dá um último golpe. Só que dessa vez ele dá incontáveis giros antes de cair. Meio bizarro, concordemos.

Tirando essas besteiras, o filme é realmente muito bom. Extremamente bem filmado, com ótima trilha sonora, história envolvente, efeitos especiais precisos e o sistema de cotas completo, foi um filme realmente interessante. Há tempos eu não parava tanto tempo assistindo um, porque me falta paciência. Mas esse me prendeu boa parte do tempo. E sim, eu aconselho, pra quem não tem nada melhor pra fazer.

E eu não vou contar a história, afinal, ela é a mesma de sempre.

Anúncios

Abandono Total

Posted: Setembro 17, 2010 by Ricardo Motta in Todos

Bom, depois de inúmeras reclamações dos fissurados leitores do papo de garoto (mentira!), e de pedidos aos prantos pra que a gente voltasse a escrever (cof cof…) voltei pra tentar recuperar os poucos malucos que gostavam/gostam de ler o que se escreve nesse blog simplório. E apesar disso, verificando os gráficos de atualizações, chequei uns números meio bizarros nos gráficos do blog. Na real, fiquei espantado com o número de vizualizações diárias. Acho que o wordpress trocou o bagulho com o de outro blog. Só pode.

Então, hoje sou um homem muito compromissado. Além das ininterruptas aulas em dois períodos, tem a academia, a banda, a família, e a agora oficial namorada (já fazem uns dois meses, é verdade). Mas como nem padilha, nem eu passamos por aqui, o PDG se tornou um celeiro de animais indesejados.

Me deparei com umas teias de aranha enquanto teclava, e ainda estou me acostumando ao cheiro de mofo. Esse blog precisa tomar um sol. Quem sabe um dia ele encontre o seu lugar com vista pra ele.

PS: dessa vez não vou prometer que vou escrever mais, porque cedo ou tarde, se não houver pressão pra escrever, as ideias param e o PDG também. Pra quem leu, deixe uma resposta nos comentários!

Férias de inverno

Posted: Julho 19, 2010 by Ricardo Motta in Todos

Ultimamente tem feito muito frio pros lados de Santa Catarina. Eu não sei porque, mas sempre acabo comentando do tempo aqui nos posts. Enfim, tá MUITO frio mesmo. Tenho dormido com tres edredons, e ainda assim não parece esquentar. O frio é a única coisa que divide as manchetes dos telejornais da globo com o caso de Elisa Samúdio.

Aliás, o caso Eliza Samúdio foi incrivelmente idiota. Um cara que ganha o tanto que aquele goleiro ganhava, com a vida feita, matar uma garota é burrice ao extremo. Mais burrice ainda é ver isso todos os dias em todos os jornais. Eta povinho.

Quinta feira farei um programa de índio. De tarde vou ao cinema com o meu amor, a melhor amiga dela e o seu projeto de namorado, que é meu amigo. Enfim, veremos eclipse. Ou pelo menos entraremos na sala em que o filme será passado. Se eu ver alguma coisa, sexta feira tem resenha aqui. De noite, tem show do irmão Lázaro (pra quem não sabe, sou cristão protestante) (e pra quem também não sabe, odeio o lázaro) com a família da minha namorada.

Espero que ela salve meu dia, porque a programação tá de matar.

Trasparência Brasil

Posted: Julho 10, 2010 by Matheus Padilha in Campanhas Humanitárias, Todos
Etiquetas:,

Como o assunto que atualmente vem passando com frequencia pela minha cabeça, e não é a Copa nem Larissa Riquelme, é política, isso, eleições. Como já havia dito anteriormente é hora de expressar seu desejo, e para saber em quem estamos votando, já que o #fichalimpa não vigorará esse ano, e provavelmente não fará diferença alguma nas eleições futuras, saiba quem são os picaretas que ocupam cadeiras políticas hoje.
 Acesse:
  Exelencias.org

Um ótimo recurso, para aqueles que ainda se preocupam com o futuro político do país.  Lembrando esse ano vota-se para Governador, Presidente da República, Deputado Federal, Deputado Estadual, Senador. É gente pra casseta.

Idas e vindas

Posted: Julho 8, 2010 by Ricardo Motta in Todos

Poisé, estou nessas idas e vindas de fim de semestre, preoucupado com as recuperações, com as rematrículas e blábláblá. O mais legal dessa semana é que teve jogaços da copa do mundo. Assim como o polvo alemão, eu havia previsto o resultado do jogo de ontem. Na verdade, tenho dito isso a copa inteira. Meus amigos, se apostarem em um bolão, APOSTEM NA ESPANHA. Garanto à vocês que não será mera coincidência o título sair pra um toureiro.

Pra quem me acompanha no twitter, já disse que eles seriam os campeões antes do jogo contra a alemanha.E não será mera coincidência.

E não foi por causa do polvo não. A espanha vai ganhar por quesões meramente econômicas. É um país da união européia e vive uma crise. Os níveis de desempenho batem récordes, em um país de características agrárias. É, adolescente sim, burro não.

Vicente Del Bosque, Obelix para os íntimos

O mais legal é que esse sábado viajarei para florianópolis com os amigos e com meu amorinho (haha). Segunda devo voltar com um humor melhor, ao menos.

ENEM 2010

Posted: Julho 8, 2010 by Ricardo Motta in Todos

Hoje me inscrevi pro enem, e vou pagar 35 reais nessa coisa toda, espero  que valha a pena. O que me intriga é que serão 4 provas de 45 questões cada uma, e, pra quem é bom de matemática, serão 180 questões e mais uma redação. Não consigo me imaginar respondendo isso tudo.

Poisé, pra quem fizer, viveremos mais dias estressados, preoupados e aflitos. Pra quem não fizer, boas vadiagem férias pra você.

Ps: será que é preciso passar de ano no ensino médio pra fazer o ENEM? se alguém souber me responda, porque corre-se o risco de perder 35 reais, dá várias geladas…

Essas festas

Posted: Julho 6, 2010 by Matheus Padilha in Conversa de bar, Todos
Etiquetas:, ,

                        Estão me cansando muito, é sério, é sempre a mesma coisa, sempre há uma briga, você sempre fica suando. Ao longo da minha pequena vida, fui a várias festas, talvez muitas, procurando evitar lugares de qualidade duvidosa, buscando sempre me divertir com meus amigos em primeiro lugar, beber, bater um papinho, esquecer das frustrações e preocupações do dia-a-dia de um estudade.
                        A questão é que meus caros amigos, cansei disso, preciso de novos lugares, lugares legais, em que você possa conhecer pessoas interessantes, beber, e conversar com essas pessoas, gente com conteudo, com quem eu posso discutir cinema, livros, e até Dostoiévski.(nota mental: Dostoiévski é um nome legal, vou usa-lo com mais frequencia). Entendem o que eu quero dizer, um pub, um lugar com uma música legal, música ambiente, meia-luz, messas ou até mesmo sofás onde você possa sentar e se divertir com os amigos.


                        Não estou querendo desmerecer as festas, raves, arraias em geral, sempre gostei e sempre que o paitrocinio me permitiu eu fui. Mas simplesmente enjoei desse tipo de coisas, das garotas fúteis, dos caras bombados com correntes gigantes no pescoço. A fumaça de cigarro, de canabis quase que incessante na pista de dança, o som super alto, impossibilitando uma conversa.
                        Um pub como eu descrevi no segundo paragráfo do post, é o que falta na região, e se tivesse, eu estaria muito mais feliz, se você, empresário, rico, está disposto a construir um pub inglês, ou até mesmo um barzinho como o do Pulp Fiction, em que o John Travolta dança feito um idiota, este é o incentivo que você precisava. 🙂

Estou cansado de ficar em casa ocioso.